4 de outubro de 2014

Belezas de Paris:Cour Saint Emilion/Bercy

Estar em Paris e parecer que não se está em Paris. Que graça tem? Visto assim, parece mesmo um absurdo. Mas, cada um com seus cada uns. Eu gosto muito desta parte da capital francesa. É um bairro tranquilíssimo, limpo (sem aquele aspecto cascudo, sujo, que apresentam outras partes da cidade). Embora afastado do centro, do "fervo" dos boulevards, dos faubourgs, Bercy/Saint Emilion tem seu charme. Já devo ter explicado alhures que isso aqui era um porto (à margem do Sena) onde desembarcavam e guardavam para distribuir os vinhos Saint Emilion; um entreposto, afinal. Pois bem, aconteceu uma enchente - o que não é frequente no Sena, mas ocasionalmente ocorre - e a área ficou totalmente inundada, destruída e deteriorada. Permaneceu assim por anos, até que resolveram fazer um trabalho de recuperação. Os antigos armazéns onde guardavam o vinho foram transformados em lojas, restaurantes e bares. O panorama é parecido com o shopping Nova Olaria de Porto Alegre, mas sem o estigma de ser um local preferido pelos gays. Aqui, não, pode-se dizer que, pelo contrário, é o paraíso dos heteros. Nada contra uma ou outra opção, é apenas uma constatação. O local também tem salas multiplex de cinema, que começam a funcionar já no meio da manhã. Mas o bonito, mesmo, é ver a Cour Saint Emilion nos finais de tarde, com suas mesinhas na calçada repletas de gente jovem e bonita (e também pelos nem tão jovens e tão bonitos). Entre as lojas, tem até Fnac e Sephora, mas a maioria é de empreendimentos do tipo economia autosustentável e política, humana e ecologicamente corretos. Resumo da ópera: é um lugar bom de se estar.
A seguir, um dos aspectos da Cour Saint Emilion:






















Texto e fotos do proprietário do Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário